Boa leitura!

Ler mais...

Depressão é uma doença grave. Se não for tratada adequadamente, interfere no dia a dia das pessoas e compromete a qualidade de vida. Nos adultos, é mais fácil de ser diagnosticada. Com as crianças, é diferente, elas aceitam a depressão como fato natural, próprio de seu jeito de ser. Embora estejam sofrendo, não sabem que aqueles sintomas são resultado de uma doença e que podem ser aliviados. Calam-se, retraem-se e os pais, de modo geral, custam a dar conta de que o filho precisa de ajuda.

O que é Depressão Infantil e como identificar?

Ler mais...

Diferentemente de um adulto, que é capaz de expressar frustrações, medo, insegurança e tristeza verbalmente, a criança pode demonstrar que precisa de ajuda apresentando alterações em seu comportamento e até sintomas físicos. É nesse momento que os pais devem ficar atentos e ajudar seu filho a resolver os problemas. Crianças expressam seus sentimentos de forma inconsciente, essa manifestação normalmente é vinda de choros e comportamento inadequado perante a visão dos pais.

Quando procurar um Psicólogo Infantil para meu filho?

Ler mais...

No aconchego do útero materno, o bebê tem exatamente aquilo que precisa para sobreviver e crescer. Esse é o único período da existência humana em que qualquer necessidade é suprida imediatamente. Mas basta nascer para que a criança sinta as primeiras dificuldades e frustrações: é preciso fazer força para respirar, o ambiente é frio e desconfortável, o alimento não chega a todo instante. E tudo isso se transforma em choro.

Quando é hora de dizer "não" aos filhos?

Talvez, muitas vezes, você já tenha deixado de fazer o que queria por medo do que os outros iriam pensar sobre você. Sentiu que deveria fazer o que eles esperavam, que deveria corresponder as suas expectativas; caso contrário, perderia a aprovação dos que lhe cercam. É o momento de começar a trabalhar isso em você, para melhorar sua autoestima e conseguir fazer o que você deseja livremente. Pense em você, no que você realmente gosta.

Você se importa com o que os outros pensam de você?

Ler mais...

Dicas para organizar sua vida!

Quando precisamos começar a sair da bagunça, temos que aprender métodos e buscar caminhos que vão nos levar ao que queremos. Um problema que atinge pessoas de qualquer idade, sexo, classe social, ou formação educacional é a falta de organização pessoal. Conseguir manter a própria vida em ordem parece não ser uma habilidade nata da maioria dos seres humanos. Criar um hábito não é fácil, é preciso ser persistente.

Ler mais...

Ler mais...

Educar não é uma tarefa simples, os filhos não trazem manual de instruções e por isso não há receitas ou uma instrução única para todas as situações e problemas. Como tal, educar os filhos é lidar com os desafios do seu desenvolvimento sendo uma tarefa complexa para pais e para mães, que se sentem frequentemente sozinhos e sem respostas sobre quais as estratégias podem utilizar para lidar com as diferentes situações que se deparam na relação com os seus filhos. Conciliar vida familiar e vida profissional é exaustivo.

Você já ouviu falar em Coaching para pais?

Ler mais...

De repente, aquele bebê que parecia tão quieto e tranquilo alguns meses atrás, grita, se joga no chão e provoca os mais diferentes sentimentos em você, da vergonha à raiva, passando pela vontade de rir. Lidar com a birra não é fácil, mas é inevitável. Veja como facilitar esse momento e conheça estratégias para conseguir evitar o show. Essa fase é chamada pelos pais e pediatras de “crise dos dois anos” ou “terrible two” (“terrível dois”, em tradução livre). Ela não é mito e faz parte do desenvolvimento do bebê.

O que você sabe sobre a birra dos dois anos?

Quando uma criança é identificada em situação de risco para transtornos de aprendizagem, na idade de 5 a 6 anos, o prognóstico é mais favorável e o processo de reabilitação mais rápido. Isso se relaciona ao fato destas crianças terem adquirido muito menos conteúdo acadêmico e, consequentemente, fazem menos compensação do que aquelas com diagnóstico tardio.

Seu filho apresenta dificuldade de aprendizagem?

Ler mais...

Pessoas críticas demais são aquelas que não conseguem ver nada de positivo nas pessoas e nas coisas. Elas criticam todas as atitudes com furor e são ainda mais rígidas quando se trata da opinião que elas tem delas mesmas. Falar tudo o que pensa acerca de outra pessoa sem ter sido consultado é, no mínimo, deselegante. Na maior parte dos casos, é agressivo. É curioso observar que as pessoas ditas sinceras, que se sentem à vontade para falar das outras, raramente dizem palavras elogiosas a elas.

Como conviver com pessoas que só sabem criticar ?

Ler mais...

É hora de dizer tchau a sua zona de conforto!

A incerteza é um fato da vida. Ninguém passa a vida inteira sem encontrar dificuldades, diante de tantas adversidades buscar algum recurso é uma boa saída. A zona de conforto define-se por tudo aquilo que estamos acostumados a fazer, pensar ou sentir, seja na vida familiar, social ou profissional. É o habitual e conhecido para nós, enquanto estamos na zona de conforto, a insegurança e o medo de errar passam longe, dominamos aquilo que podemos chamar de rotina.

Ler mais...

Ler mais...

Obesidade é uma doença! Crianças obesas estão expostas a estigmas de peso e podem ser vulneráveis a efeitos psicológicos, como depressão, e efeitos sociais, como o isolamento, bullyng. Os primeiros anos enquanto ocorre o desenvolvimento cognitivo e motor é essencial que os pais optem por alimentos saudáveis e aleitamento materno.  O sobrepeso nos primeiros meses de vida tende a aumentar o risco de sobrepeso na média infância, e esse risco parece aumentar com a idade.

Obesidade Infantil e o papel da Família

Ler mais...

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade é uma síndrome, portanto não tem cura, é algo que faz parte da pessoa e que acompanhará por toda a vida. Contudo, não quer dizer que ela terá prejuízos permanentes. Esta síndrome pode ser muito bem manejada com a escolha dos tratamentos que tragam efeitos de longo prazo, é possível conviver bem com esforços mínimos, podendo inclusive dispensar o uso de medicamentos.

O TDAH tem cura?

Proteger é uma atitude que a maioria dos pais tem com seus filhos. Mas quando isso torna-se exagerado, gerando conflitos e um sentimento de perseguição e aprisionamento?

 

O excesso de cuidados pode tornar-se uma doença que prejudica a convivência e integração familiar, os pais têm que saber dosar e equilibrar os cuidados com os filhos, para que isso não vire uma síndrome obsessiva.

Pais superprotetores criam filhos inseguros?

Ler mais...

Em algum momento todos nós já nos perguntamos qual sentido da vida, como ser feliz  ou ainda como ter uma vida perfeita. Não existe hora certa para refletirmos sobre isso, mas muitas vezes as perguntas surgem em momentos difíceis, onde se acredita não ter saída. Seja qual for à época de nossas vidas – infância, adolescência, fase adulta ou velhice, todos nós estamos sempre em busca de algo, os questionamentos são inúmeros.

Você está preparado para a trajetória de sua vida?

Ler mais...

Colunista em:

Receba novidades sobre nosso site e fique sabendo de tudo!