Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Por que o cantinho do pensamento NÃO funciona?

cantinho do pensamento gera muitas dúvidas a respeito de sua eficácia.

Vamos imaginar o seguinte contexto, à criança teve um comportamento inadequado que no ponto de vista dos pais está errado e precisa ser corrigido. Então os pais com a expressão rígida colocam o filho (a) de castigo no cantinho do pensamento para que tenha um tempo e reflita sobre aquele comportamento, certo?

Pois bem, nesse tempo em que a criança permanecer no terrível cantinho do pensamento ela vai ficar ainda mais irritada, algumas tentam fugir ou começam a gritar. Pois ela só quer que o tempo acabe!!

Você acredita mesmo que isso funcionaria na sua rotina? A resposta é não!

– Sabe por quê?

Como as crianças estão em fase de desenvolvimento, a parte cerebral mais evoluída do ser humano que chamamos de córtex pré-frontal ainda não está formada, essa parte é responsável pelo planejamento das ações, raciocínio e regulação das emoções.

  • O QUE FAZER?

Primeiro você papai e mamãe deve manter a calma e agir com sabedoria.

Utilize a nomenclatura como o CANTINHO DA CALMA,  e deve ser utilizado pela criança e os demais moradores da casa.

Ensine a criança sobre as emoções, e que tudo bem ela sentir raiva e tristeza, mas que, em certos momentos ela precisa manter a calma para poder resolver aqueles pequenos problemas. Nomeie essas emoções sempre que possível, e explique porque sentimos tal emoção. Ensine os pequenos a respirar para aliviar essa raiva.

Auxilie seu filho nesses momentos de birras, e frustrações. Junto com ele encontrem a solução para o problema.

  • SEJA UM BOM EXEMPLO

Os pais também deve utilizar o canto da calma sempre que necessário. Muito mais do que palavras, são os bons exemplos. Nosso cérebro possui neurônios espelhos que automaticamente copiam os comportamentos. (Você já bocejou vendo outro bocejar? Graças a esses neurônios)

Afinal, você quer que seu filho te obedeça baseado no medo ou no respeito?

Esses castigos punitivos fizeram parte da história da maioria das pessoas da geração passada, e era isso que nossos pais e avós sabiam naquele momento e com certeza fizeram o melhor por nós. Hoje a ciência mostra que o amor e limites andam lado a lado e se colocarmos isso em prática teremos futuros adultos mais felizes.

Pode ser que ninguém morreu por causa disso, mas muitos adultos tem as cicatrizes internas e aí pensamos no seguinte: Porque meus pais não me educaram com mais amor e menos punição. Se eles tivessem me explicado que aquilo era errado e tivessem me auxiliado em COMO modificar aquele comportamento teria sido melhor.

No Brasil as taxas de depressão e ansiedade aumentam cada vez mais, porque as pessoas tem muita dificuldade de lidar com suas emoções, talvez porque nunca aprendam em COMO lidar.

Você pode fazer diferente e tem a chance de mudar o futuro de seu filho!!

Por | 2019-08-13T10:33:49+00:00 agosto 13th, 2019|

Sobre o autor:

É Neuropsicóloga Clínica. (CRP: 08/24662). Especializada no público infantil, seu consultório fica localizado na cidade de Curitiba. Realiza consultoria online com foco na saúde da mulher e maternidade. O objetivo da neuropsicóloga é utilizar a neurociência para colaborar com a qualidade de vida do ser humano. Este que está em constante evolução.

Um Comentário

  1. Catherine 1 de outubro de 2019 at 00:56

    Nossa achei muito legal!

Deixe um comentário